segunda-feira, 9 de outubro de 2017

[Resenha] O Ladrão de Desejos


Autora: Bruna Peres
Páginas: 204
Editora: Êxito Editorial

Sinopse: É possível conseguir mudar a ordem natural das coisas a ponto de determinarmos o nosso próprio destino? A inconformidade quanto ao que nos é reservado (ou não), pode nos levar a atitudes que vão contra os nossos valores, princípios e ética. Em O Ladrão de Desejos, a autora Bruna Peres explora questionamentos comuns a todos nós em momentos específicos de nossas vidas, nos trazendo uma identificação bastante peculiar com Adam, o protagonista da trama. O jovem universitário de classe média guardou consigo durante anos, o desgosto de uma paixão não concretizada. A sua angústia ante a não realização de seus sonhos, leva o rapaz a indagar sobre o sentido de sua vida e a observar as pessoas ao seu redor. Mas a descoberta de um dom especial, que lhe permite roubar desejos alheios, muda todo o rumo de sua história.


Adam é um garoto aparentemente comum, que deseja profundamente que seu pai lhe dê atenção. Ele se separou de sua mãe, enquanto Adam ainda era uma criança e não entrou mais em contato.

Um dia, passeando com sua mãe no parque, Adam avistou pessoas jogando moedas em uma fonte e fazendo desejos. Então, ele decidiu fazer o mesmo, desejando do fundo do seu coração, que seu pai conversasse com ele. Quando abriu os olhos e viu que nada tinha acontecido, ele ficou chateado e resolveu voltar na fonte no dia seguinte, para recuperar o seu dinheiro.

Adam pegou uma moeda na fonte, do mesmo valor que tinha jogado e estava indo embora quando ouviu uma garota contar para a mãe o que tinha desejado ao jogar a moeda na fonte. Coincidentemente, era o mesmo pedido que Adam tinha feito.

Quando Adam voltou para casa, sua mãe estava lhe esperando, dizendo que seu pai estava no telefone querendo falar com ele. O que estava acontecendo? Ele pegou sua moeda de volta e o pedido se realizou? Será que a fonte realmente realiza desejos ou aquela moeda era de outra pessoa? É possível ter roubado o desejo daquela garota que queria o mesmo que ele? Afinal, Adam não sabia se aquela moeda era realmente a dele.

Como toda criança, Adam era curioso e resolveu voltar a fonte e testar sua teoria de que ele tinha roubado o desejo de alguém. Assim que um garoto jogou uma moeda, ele perguntou qual tinha sido o seu desejo e quando ele deu as contas, Adam localizou a moeda e a pegou.

Tudo estava normal, até ele receber a visita da sua vó e ganhar um presente. Para sua surpresa, o presente era exatamente o desejo do garoto que Adam tinha roubado a moeda e é neste momento que tudo vira de cabeça para baixo na vida do nosso personagem.


Em O Ladrão de Desejos, a história já se inicia tensa, com o personagem principal, fugindo de algo, no dia do seu casamento. Nos capítulos seguintes, nós somos levados ao passado e a história vai sendo contada, por Adam, até chegar ao fatídico dia narrado nas primeiras páginas.

Eu preciso dizer, que estou completamente apaixonada por essa história! Bruna Peres, escreveu uma fantasia romântica que é capaz de nos prender do inicio ao fim, sem saber o que está acontecendo e querendo chegar logo ao final para saber o desfecho, mas o mesmo tempo desejando não ler, para não acabar rápido.

Adam é um personagem tão bem construído, que se torna impossível não se apegar a ele e ter um misto de sentimentos com as coisas que acontecem em sua vida.

O final do livro, gente, sério, só faltou eu sair pulando de tão surpresa que eu fiquei! Que final foi esse???? Bruna nos envolve em um mistério sobre como e porque Adam possui o dom, ou como ele prefere dizer: maldição, de roubar o desejo de outras pessoas e a cada novo capitulo, você fica mais ansioso e surpreso com o decorrer dos fatos.


Eu fui surpreendida, de forma muito positiva, com a história criada pela autora. Eu tenho certeza que esse livro tem tudo para ser um sucesso estrondoso. Bruna tem muito talento e todos, definitivamente, todos, precisam ler esse livro.

Eu nunca li nada parecido. É uma história super original, diferente e muito gostosa de ser lida, por tudo isso e mais um pouco, minha nota para O Ladrão de Desejos será máxima, impossível dar uma nota diferente.
Não posso deixar de mencionar, que a história termina com uma pontinha solta, que da a entender que terá uma continuação e eu já estou muito ansiosa! O que vocês acharam? Já conhecia a Bruna Peres e sua obra? 

Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário