quinta-feira, 20 de setembro de 2018

[Mudando de Assunto] Psicose


Título Original: Psycho 

Direção: Alfred Hitchcock 

Ano Lançamento: 25 de Agosto de 1960 

Duração: 01h49min 

Elenco: Anthony Perkins, Janet Leigh, Vera Miles, John Gavin e Martin Balsam 

Gênero: Suspense 

Origem: Estados Unidos 

Marion Crane é uma secretária (Janet Leigh) que rouba 40 mil dólares da imobiliária onde trabalha para se casar e começar uma nova vida. Durante a fuga à carro, ela enfrenta uma forte tempestade, erra o caminho e chega em um velho hotel. O estabelecimento é administrado por um sujeito atencioso chamado Norman Bates (Anthony Perkins), que nutre um forte respeito e temor por sua mãe. Marion decide passar a noite no local, sem saber o perigo que a cerca. 

Impressões: 

Saudações! Tudo bem com vocês, queridos Travellers? Vamos para mais um post, mudar um pouco de assunto e falar de filmes. O escolhido de hoje é uma obra prima da sétima arte. Bora para o post? 

Psicose é considerado um dos maiores filmes já produzidos, não era de se espantar, com direção de Alfred Hitchcock o mestre do suspense, criou uma verdadeira obra prima do horror. 

Antes de falarmos do filme, uma curiosidade. O roteirista Joseph Stefano baseou no romance homônimo de Robert Bloch, que por sua vez inspirou nos crimes de Ed Gein, conhecido como o “O Assassino de Wisconsin”. 


Toda trama gira em torno da secretária, Marion Crane, após dar um desfalque em seu patrão, para ajudar o seu amante que está com sérios problemas com dívidas, por conta disso, Marino foge e se esconde em um mote decadente. 

Norman Bates é um rapaz tímido e estranho, dono do decadente Bates Motel, é a partir daí que tudo começa a mudar na vida da secretária fugitiva. 

O longa possui um desenrolar intenso, angustiante, fluído e tomando forma gradativamente, deixando os espectadores vidrado cena após cena. 


Lila Crane, irmã da jovem secretária estranha o sumiço da mesma e decide pedir ajuda ao namorado da irmã junto com o detetive Arbogast para fazerem uma busca e encontrar a desaparecida. 

Norman Bates possui dupla personalidade, fala e age como sua mãe, de forma fria e com personalidade da mãe, ele mata friamente qualquer pessoa que entra em seu caminho. 

Um dos pontos positivos para o longa é toda fotografia e ambientação, possuindo ares frios e sombrio, com um cenário isolado e temporal constante, deixando ainda mais tenebroso. 


Se vale a pena? Dispensa comentários, é claro que vale! Uma relíquia em forma de filme que merece ser apreciado. 

Espero que vocês gostem do post, não esqueçam de conferir o filme e deixar um comentário aqui no blog.


segunda-feira, 17 de setembro de 2018

NAOMI & ELY BOOK TAG

Olá, leitores! Depois de muito tempo sem responder um TAG, hoje venho responder essa criada pela Bruna, do blog Escritora Whovian. Ela criou a TAG baseada nas músicas da playlist do livro "Naomi & Ely e a Lista do Não-Beijo". Então, vamos lá?

1) "(My Heart Is) Closed For The Season": Uma leitura que você demorou para superar.



Esse livro é uma autobiografia muito emocionante, onde Martin conta toda sua história de dificuldades e superações. Ele sofre de uma doença rara, na qual fez ele perder o movimento de todo o corpo e apenas sua mente continuava intacta.

Eu chorei muito lendo o livro. A história do autor é linda, emocionante e inspiradora.

2) "Walk Through The Fire": Um livro que você enrolou para ler, ou acabou desistindo durante a a leitura.



Eu enrolei muito, mas muito para ler esse livro e quase desisti da leitura na metade. Foi uma decepção e eu não gostei nada da leitura. Apesar disso, eu amo a série na Netflix, uma pena que ela não foi renovada para uma próxima temporada, nem se quer completou a última que saiu. Mas é por causa da série que quero continuar a leitura dos livros e vê se serão melhores que o primeiro.

3) "Piazza, New York Catcher": Um livro que você recomenda para as pessoas.



É com muito orgulho que digo que esse é um dos melhores livros de fantasia que já li na vida. Um livro nacional com um potencial enorme de ganhar o mundo. Emocionante, bem escrito, com personagens envolventes e uma história de tirar o fôlego. Recomendadíssimo!

4) "I Wanna Be Your Boyfriend: Qual livro você mais deseja na sua estante?



Eu li esse livro ano passado em parceria com a autora, enquanto ele ainda era uma história sem editora, lançado de forma independente em e-book pela Amanda. Fizemos várias campanhas para que divulgar a história e fazer com que as editoras olhassem para dentro desse livro e conhecessem a história incrível e cheia de sentimentos.

Ainda bem que a editora Qualis olhou para dentro e publicou o livro, que está na pré-venda. Eu comprei, é lógico,  e estou muito ansiosa para tê-lo na minha estante!

A história me tocou tanto, mas tanto, que entrei em uma ressaca literária que durou muitos meses

5) "Don't Waste Your Heart": Um personagem por quem você se apaixonou.



É simplesmente impossível ler Poder Extra G e não se apaixonar por Noah. Que personagem mais lindo, de corpo e alma. Uma criação incrível, que rende bons suspiros.

6) "Livin' On a Prayer": Quem você indica para responder essa Book TAG?

Eu vou indicar o Rafael Botter, que é administrador aqui do Traveling também.
Estou curiosa para saber suas respostas, Rafa!!!

E claro, sintam-se a vontade para responder também, sem esquecer de dar créditos a criadora da TAG, a Bruna do Escritora Whovian.
Beijos! 

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

[Mudando de Assunto] Sierra Burgess é uma loser


Título Original: Sierra Burgess is a loser 

Direção: Ian Samuels 

Ano Lançamento: 7 de Setembro de 2018 

Duração: 01h45min 

Elenco: Shannon Purser, Kristine Froseth, Noa Centineo e RJ Cyler 

Gênero: Comédia, romance 

Origem: Estados Unidos 

Sierra (Shannon Purser) é uma adolescente inteligente, mas que não se encaixa exatamente nos padrões de beleza impostos no ensino médio. Quando um incidente de confusão de identidade resulta em um romance inexperado em sua vida, ela se vê precisando se juntar a garota mais popular da escola para poder ficar com o menino que gosta. 

Impressões: 

Saudações cinematográficas, queridos Travellers! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Vamos mudar de assunto, afinal, hoje é sexta! Bom, se você estiver lendo este post em 2020, garanto que não é sexta, deve ser segunda ou terça, vamos ao assunto, falar de um filme que mal estreou no catálogo da Netflix e já está fazendo um enorme sucesso. Bora para o post? 

Sierra Burgess é uma loser, nova aposta de comédia romântica da Netflix, logo na estreia o enorme sucesso repercutiu em tods as redes sociais, agradando um público considerável, o longa tem como referência toda história de Cyrano de Bergerac (uma versão moderna do século XXI, com celulares e todo aparato tecnológico). 


O longa tem como personagem principal a jovem Sierra, porém uma das garotas mais populares da escola, acaba enganando um outro garoto, passando o telefone de Sierra para ele. 

Verônica causa maior confusão ao passar o contato de Sierra para o jovem Jamey, por conta disso, uma verdadeira bola de nove começa se forma na vida da garota mais popular do colégio e da garota mais “fracassada e odiada” do ensino médio. O resultado? As duas inimigas precisam se unir para concertar todos os erros e irem em busca de suas paixões. 

Todo o filme possui um desenvolvimento bem fluído, mesclando romance com boas doses de comédia. Os atores dão um show! Alguns espectadores vão reconhecer a protagonista, sim! Nossa querida Barb de Stranger Things está mais viva do que nunca, porém! No papel da adolescente Sierra. 


Roteiro dispensa comentários, possuindo leve e uma total sutileza no decorrer das cenas, fluído do começo ao fim, com inúmeras reviravoltas e questões conflitantes. Um fator que merece destaque é o filme retratar o bullying entre os alunos do colégio, do ponto de vista de quem pratica e de quem sofre os ataques diariamente. 

Sierra e Verônica vão se unir (para desgosto das outras garotas populares), juntar suas forças e diferenças para acertar toda confusão da melhor maneira possível e correr atrás dos seus grandes amores. 


Se vale a pena? Sim! Com toda certeza possível! Uma comédia que merece ser vista e apreciada em um final de semana tranquilo. 

Travellers, fica aqui nossa dica. Não esqueçam de comentar, curtir e compartilhar. Até a próxima.


terça-feira, 11 de setembro de 2018

[Mudando de Assunto] Projeto - Dê livros nacionais de presente

Saudações literárias, queridos Travellers. Tudo bem com vocês? Espero que sim! Vamos mudar de assunto e falar de um projeto que o pessoal da Revista Conexão Literatura acabou de lançar? Bora conhecer um pouco mais do projeto "Dê livros nacionais de presente". 


A intenção do projeto "Dê livros nacionais de presente", é a de incentivar à leitura e promover editoras e autores nacionais. Para tanto, basta aderir ao projeto e seguir regras bem simples: 

PARA PARTICIPAR:

1 - As editoras ou autores nacionais que desejarem participar do projeto "Dê livros nacionais de presente", precisarão ceder desconto nos livros que queiram promover nessa campanha e fornecer um link (pode ser da página de um blog, site, livraria ou mesmo página do Facebook onde o livro(s) esteja com desconto).

2 - Compartilhar ou divulgar em seus meios os links: Clique aqui ou Clique aqui , para que a campanha tenha ainda mais força.

3 - Apenas títulos nacionais (Brasil) poderão participar e pode ser livro físico ou digital (ebook).
4 - Duração do projeto: setembro e outubro de 2018.

5 - Estando de acordo com os quatro itens acima, basta enviar os seguintes dados abaixo para o e-mail: ademirpascale@gmail.com - com o título "Dê livros nacionais de presente", aos cuidados de Ademir Pascale, que incluiremos nesta página:
________________________________________________________
Editora ou autor:
Livros que terão desconto para este projeto de incentivo:
Link da página com o livro(s) com desconto: 
Contato para mais informações: (esse campo não é obrigatório)
________________________________________________________


OBS: Agradecemos aos leitores que ajudarem a disseminar essa campanha nas redes sociais ;)
_______________________________________________________________________________


sábado, 8 de setembro de 2018

[Primeiras Impressões] Legados de Lyræh



Autor: Willer Jones

Páginas: 174


A HISTÓRIA

Numa realidade totalmente distinta, um jovem se vê responsável pelo maior dos acontecimentos da história de um planeta que jamais conhecera. Porém, mal sabe que se encontra no meio de um jogo de interesses que vai além da sua própria imaginação... Não confie somente nos caminhos; e se a chave estiver em sua própria intuição?

PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Eu amo ficção cientifica e fiquei muito animada quando comecei a ler a degustação de Legados de Lyræh, principalmente pela capa, né gente? Sério, está muito linda e o ilustrador está de parabéns!

Resumidamente, pois não quero dar nem o mínimo de spoiler, as primeiras páginas do livro gira em torno de um baú antigo que o avô de um dos personagens deixa de herança, mas ele não tem a chave. Então, ele e seu amigo tentam desvendar os mistérios que seu avô deixou para conseguir abrir e descobrir o que há de tão importante lá dentro. Quando eles finalmente conseguem abrir o baú, algo muito inesperado acontece.

É isso gente... a degustação acaba exatamente nesse ponto. Vocês tem noção do quanto eu fiquei em cólicas para saber o que ia acontecer em seguida? Eu sou o ser mais curioso da face da Terra... estou morrendo!!!! Isso só se dá, porque o livro já começa completamente instigante, do prefácio até a última linha da degustação.

Eu acho que a trama vai ser bem misteriosa e vai envolver algo político no meio, com uma mistura à coisas cientificas e "sobrenaturais", como estrelas, extraterrenos (puro palpite) e etc. Já está bem claro que a astronomia e astrofísica estão envolvidas, o que me anima ainda mais.

As expectativas são altas, tanto com a história, quanto com a escrita. Estou super ansiosa para continuar a leitura e espero fazer isso em breve.

Para quem quiser saber mais sobre o livro e o autor, vou deixar aqui as redes sociais dele e o link para compra na Amazon.

Twitter | Facebook | Instagram | Amazon

Beijos! 

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Revista Conexão Literatura - 39ª Edição

Saudações literárias, queridos Travellers! Tudo bem com vocês? Mês de Setembro já chegou, não podemos esquecer que mais uma edição incrível da Revista Conexão Literatura já está disponível para download. Só clicar aqui



Esta edição de setembro é especial, pois pela primeira vez teremos um coeditor que ficou responsável pela matéria principal e pela capa: Eudes Cruz, um apaixonado por livros desde a infância que se aventura por todos os gêneros literários, embora tenha predileção por suspense, terror e policial, além de colunista da nossa revista. Ele é o autor da matéria “Agatha Christie: a Rainha do Crime”.

Para os fãs da Rainha do Crime, essa edição é um prato cheio! Vamos conhecer um pouco da vida de Agatha Christie, além de curiosidades e muito mais. 

Os colunistas Rafael Botter e Idianara Lira, também participam desta edição com excelentes textos. O leitor também poderá conferir poesias, contos, crônicas e entrevistas com autores. E como sempre, a Livraria Conexão Literatura está recheada de dicas incríveis para sua leitura.




domingo, 2 de setembro de 2018

[Resenha] Da Cor dos Olhos Teus #LivingCH


Autora: Andrea Lopes
Páginas: 273
Editora: Independente

Sinopse: Em A COR DOS OLHOS TEUS #LivingCH, vamos descobrir o que os contos de fadas não contam: o que vem depois. Alan e Daniele embarcam em uma nova aventura, desta vez em Chicago. 
Para matar as saudades, dar boas risadas e aquecer o coração.


Daniele e Alan tiveram uma história de idas e vindas que durou 10 anos, mas depois de tudo acertado e uma nova vida, em um novo país, ninguém contou quantos desafios teriam que superar para continuar vivendo esse amor puro e intenso.

Daniele terá que abrir mão de muita coisa e aprender a lidar com tantas outras, assim como os segredos guardados. Da mesma forma, Alan, que agora é um médico renomado e muito conhecido, precisa conciliar seu trabalho, assuntos do passado e sua nova família.

Será que os laços entre os dois ficarão mais fortes? Ou irão se desfazer de vez?


A Cor dos Olhos Teus #LivingCH é a continuação do livro A Cor dos Olhos Teus. Ele se passa antes dos acontecimentos do final do primeiro livro, num período de mais ou menos um ano, diferente do primeiro que se passou em 10 anos.

A continuação conta como Daniele e Alan tiveram que lidar com uma vida completamente diferente da que estavam vivendo, aprendendo a conviver com as diferenças um dos outro e descobrindo que a vida nem sempre é um conto de fadas.

Se eu odiei o Alan em muitas partes no primeiro, nesse eu queria muito dar uns tapas na Daniele... Ok! Alguns no Alan também, mas só de leve haha.

Eu gostei muito desse segundo livro, até mais que o primeiro, tanto que li bem mais rápido, mas quando chegou no final, fiquei com a sensação de estar faltando alguma coisa, pois no final do primeiro livro já temos um "spoiler" de anos depois na vida do casal e o final do segundo acaba bem antes disso e fiquei com a sensação de que estava incompleto. Consegue me entender? Não quero explicar direito para não dar spoiler, mas se tiver lido as duas obras, deve ter entendido hahaha.

A história é narrada por Daniele e Alan no primeiro livro e no segundo também, mas outro fato que me incomodou um pouco, foi a autora ter colocar um narrador em terceira pessoa. Ficou meio confuso, mas nada que atrapalha demais.


É nítido o dom da autora de fazer o leitor se envolver e apaixonar a cada segundo pelos dois, mas esse pequeno detalhe que mencionei, da falta que senti de alguma coisa a mais no final, é que definiu a nota:
Livro recomendadíssimo para quem ama romances com uma pitada hot e ama se envolver com o casal. Se você ainda não conhece Daniele e Alan, leia a resenha do primeiro livro aqui no blog.

Beijos!

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

[Mudando de Assunto] Para Todos os Garotos que Já Amei


Título Original: To All The Boys I've Loved Before 

Direção: Susan Johnson 

Duração: 01h 39min 

Lançamento: 17 de Agosto de 2018 

Elenco: Lana Condor, Janel Parrish, Anna Cathcart, Noah Centineio e Israel Broussard 

Gênero: Comédia romântica 

Origem: Estados Unidos 

Lara Jean Song Covey (Lana Condor) escreve cartas de amor secretas para todos os seus antigos paqueras. Um dia, essas cartas são misteriosamente enviadas para os meninos sobre os quem ela escreve, virando sua vida de cabeça para baixo.

Saudações cinematográficas, queridos Travellers. Tudo bem com vocês? Espero que sim! Vamos mudar de assunto no post de hoje? Falar do último filme que está disponível no catálogo da nossa querida e amada Netflix. Vamos ao post? 

Para todos os garotos que já amei é o mais novo sucesso da Netflix, recebendo inúmeras críticas e avaliações positivas da mídia especializada. O longa é baseado na obra literária da autora Jenny Han. 


Lara Jean é o centro de todo o romance, ela guarda suas cinco cartas escritas para os seus cinco maiores amores de sua vida, sendo que alguns deles ela nunca se relacionou e permanece sendo uma paixão platônica. 

Porém! Todas essas cinco cartas são enviadas misteriosamente para seus destinatários, é a partir daí que toda confusão começa e Lara Jean não consegue dar conta de todo o circo que está sendo formado. 


O longa é voltado para o público adolescente, possui uma boa fotografia, simplória em algumas cenas, porém, nada que deixe todo o encanto dessa divertida história. Outro detalhe que deixou o filme excepcional, é em relação ao roteiro, fluído do começo ao fim, juntando com toda atuação dos personagens, deixa tudo mais divertido e irreverente. 

Não tive oportunidade de ler todos os três livros, vale lembrar que a Netflix já confirmou a produção de mais dois filmes, tamanho o sucesso que está sendo. 

Um filme repleto de reviravoltas, inclusive (boa parte), na vida da jovem Lara Jean. Se vale a pena? Sim! Dosagem certa na mistura, romance, comédia e uma pitada de drama.


domingo, 26 de agosto de 2018

[Resenha] A Cor dos Olhos Teus


Autora: Andrea Lopes
Páginas: 194
Editora: Nova Terra


Sinopse:  “Meu príncipe não é encantado, mas é um homem real, que me olha com paixão e sabe ser um lobo, exatamente do jeito que desejamos, mas não temos coragem de admitir, nem para a melhor amiga.” – Daniele, personagem de A cor dos olhos teus. Coloque numa mesma história uma blogueira esperta, engajada, cheia de atitude e muito, muito engraçada. Dê umas férias a ela e imagine no seu caminho um médico sério, incrivelmente sexy, com olhos azuis escandalosos. Não esqueça que a atração entre eles será irresistível.

A fórmula que parece simples resulta neste romance perfeito, recheado de imperfeições. Com uma narrativa envolvente, rápida e moderna, A cor dos olhos teus mostra o ponto de vista dos dois personagens, que amadurecem ao longo do tempo, depois de muitos encontros e desencontros. Um romance moderno, emocionante e vertiginoso: a cada página você vai precisar de mais e quando se dá conta estará tão apaixonada quanto Alan e Daniele.

Prepare-se para sentir o seu pulso acelerar, para conhecer lugares incríveis, para ser a melhor amiga dos personagens.



Alan é um cara sério, bonito, sexy e estudante de medicina pronto para fazer sua especialização. Afim de esquecer os problemas e a pressão dos pais para que ele escolha logo em que vai se especializar, ele tira férias, sozinho em uma praia.

Daniele é uma blogueira, com certa fama na internet, cheia de princípios, uma garota de atitude, engraçada, inteligente e com uma família maravilhosa. Ela foi diagnosticada com estresse e por isso tirou férias com a família, em um chalé na praia, para relaxar e se desconectar do mundo.

Passeando pela praia, Daniele se sente mal e é socorrida por um cara lindo, de olhos incrivelmente azuis. A atração entre os dois é mais do que nítida e um amor cheio de idas e vindas nascera.


Eu vivo dizendo que não sou a maior fã de romances, mas preciso admitir que estou encontrando deliciosas leituras nesse meio, e foi o que aconteceu com a história criada pela autora Andrea Lopes.

A Cor do Olhos Teus é narrado no ponto de vista dos nossos dois personagens principais, Daniele e Alan, o que eu adoro, pois é possível se aproximar muito mais de ambos os personagens e acompanhar a evolução dessa relação.

Se você está a procura de um romance leve e ao mesmo tempo quente, esse é o livro certo! Porém é preciso ter um pouco de paciência, se você é um daqueles que torce para que o casal se resolva rápido hahaha.

O relacionamento de Daniele e Alan é cheio de idas e vindas, com muitos encontros e desencontros, mas lindo, aconchegante e impossível de não amar e torcer.

Eu confesso que Alan me irritou muito, algumas vezes, e minha vontade era de socar ele, mas o final recompensou tudo e ao mesmo tempo que foi surpreendente, foi apaixonante!


Por ter tido uma parte do livro em que eu estava odiando as atitudes do Alan, eu fiquei muito decepcionada com algo que li. Uma fala dele me incomodou bastante e achei bem preconceituoso. Mas não, não vou tirar estrelas por causa disso, pois pode ser somente atitude do personagem e não algo que a autora quis dizer (ao menos é o que eu quero acreditar), se é que vocês conseguem me entender haha.
Livro recomendadíssimo! Eu já estava com o e-book dessa história a muito tempo para ler, não conhecia direito, só segui o conselho de uma amiga para baixar e ficou durante um tempo parado, até que resolvi ler e me apaixonei. Inclusive já comecei o segundo livro e também estou amando!

Vocês já leram ou tem vontade de ler esse livro? Compartilhe comigo sua experiência com a história!

Beijos!

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

[Mudando de Assunto] Senhor Sherlock Holmes


Título Original: Mr. Holmes 

Direção: Bill Condon 

Ano Lançamento: 15 de Outubro de 2015 

Duração: 01h44 min 

Elenco: Ian McKellen, Laura Linney, Milo Parker, Hiroyuki Sanada e Hattie Morahan 

Gênero: Drama, Policial 

Origem: Reino Unido e Estados Unidos 

1947. O famoso detetive Sherlock Holmes (Ian McKellen) está com 93 anos, aposentado, vivendo em uma casa remota no litoral com sua governanta Mrs. Munro (Laura Linney) e o filho dela, o pequeno Roger (Milo Parker). Lidando com a deterioração da sua mente por causa da idade, ele continua obcecado com um caso que nunca conseguiu decifrar. Sem a companhia do seu fiel escudeiro Dr. Watson, Sherlock tentar desvendar este último mistério. 


Saudações cinematográficas, queridos Travellers! Tudo bem com vocês? Espero que sim, hoje vamos mudar de assunto e falar um pouco de cinema? O filme escolhido é “Senhor Sherlock Holmes”. 

O envelhecimento chega para todos, infelizmente! Seja nós, meros mortais e até mesmo para personagens da ficção, é o caso do detetive mais famoso do mundo. Sherlock Holmes. 


O longa, mostra Holmes com 93 anos, que luta diariamente para lembrar em detalhes o seu caso final, porém sua mente está se deteriorando gradativamente, ficando impossível de lembrar de coisas que fez a poucas horas. 

Holmes está juntando fragmentos de sua memória para relembrar um caso de extrema importância, do qual o seu fiel braço direito exagerou ao relatar em seus livros, eternizando e deixando – o famoso em todo o Mundo. 

Presenciamos todo o sucesso de Holmes por conta dos livros escritos pelo Watson, o brilhante detetive presencia de perto o estrondoso sucesso com sua reputação, sendo evidenciado em diversos livros e adaptação cinematográfica. 


É surreal toda interpretação de Ian McKellen, ele conseguiu extrair uma emoção ímpar no papel de Holmes, no fim de sua vida. Intensidade e maestria na atuação do personagem. Um dos pontos positivos do filme. Deixando vivo um dos maiores personagens da literatura mundial. 

Outro fator importante que merece ser mencionado de forma positiva é toda ambientação do longa, mostrando de forma minuciosa todos os detalhes de Londres da década de 40, sendo marcado pelo pós-guerra. 


O roteiro é um caso a parte, uma sintonia bem flexível no desenrolar de toda trama, porém não é algo cansativo e nem maçante. 

Se vale a pena? Com toda certeza! Com inúmeras adaptações do brilhante detetive, esse filme merece o devido reconhecimento em mostrar uma visão de Holmes no fim de sua vida.


segunda-feira, 20 de agosto de 2018

[Parceria] Autor Thúlio Phelipe

Olá, Travellers! Como vão vocês? Espero que bem, pois nós estamos ótimos por conta de mais uma parceria de sucesso! Hoje venho compartilhar com vocês, a parceria com o autor Thúlio Phelipe, autor de obras incríveis que em breve traremos a resenha.

Bora conhecer?
O AUTOR

Pernambucano, 28 anos. Escritor por paixão (e por insistência) desde 2003 com seis livros publicados de forma independente.

AS OBRAS


O CÁLICE PROFANADO

O fogo e o sangue deram início a uma forma de amor desconhecida. Thanatos e Eros trouxeram mais solidão que amor, a amada não renasceu. Agora o cálice que foi profanado precisa ser reconstruído. Depois de alguns anos, a história do livro "A tortura (ou Thanatos e Eros)" precisa ser continuada, já que o resultado do que se esperava não foi o que aconteceu.

A TORTURA

AVISO!
Existem muitas palavras que não podem ser simplesmente aceitas, mundos que não precisam ser revelados, não é fácil aceitar que é simples ver a morte, fácil fazer dela um ritual, e mesmo assim celebrar a vida, é disto que estas atípicas palavras falam, e desde já explico que estas podem não ser belas aos olhos, terríveis aos ouvidos e imperfeita a sua interpretação, aconselho honestamente que pare por aqui.


Já conhecem o autor e suas obras? Compartilhe conosco a opinião de vocês!

Abraços e até mais!