quinta-feira, 1 de novembro de 2018

"Brief Answers to Big Questions" (Breves Respostas para Grandes Questões)

Saudações literárias, queridos Travellers. Tudo bem com vocês? Espero que todos estejam bem! Vamos de novidades? Ou melhor, uma super, ultra, mega novidade.

Para os fãs do Universo e mais especificamente do maior gênio que pisou em nossa Terra, foi lançado no ultima terça-feira (16) pela Bantam Books o último livro de Stephen Hawking, "Brief Answers to Big Questions" (Breves Respostas para Grandes Questões). O professor inicia uma série de 10 ensaios intergaláticos, abordando a mais antiga e mais religiosa questão da vida: Deus existe?


Ao longo de décadas, em entrevistas e artigos científicos, Hawking tentou esclarecer diversas questões sem respostas. Segue um trecho em resposta.

"Eu acho que o Universo foi criado espontaneamente a partir do nada, de acordo com as leis da ciência", escreveu Hawking, que morreu em março. "Se você aceita, como eu, que as leis da natureza são fixas, então não demorará muito para perguntar: que papel existe para Deus?"

Em vida, Hawking foi um defensor da da teoria do Big Bang - a ideia de que o universo começou explodindo subitamente de uma singularidade ultradensa menor que um átomo, sendo que dessa partícula emergiu toda a matéria, energia e espaço vazio que o universo jamais conteria, e toda essa matéria-prima evoluiu para o cosmos que percebemos hoje seguindo um conjunto estrito de leis científicas. 

"Se você gosta, pode dizer que as leis são a obra de Deus, mas isso é mais uma definição de Deus do que uma prova de sua existência", escreveu Hawking.

"O próprio Universo, em toda a sua vastidão e complexidade incompreensível, poderia simplesmente ter surgido sem violar as leis conhecidas da natureza", escreveu ele.

"Temos essa vida única para apreciar o grande projeto do universo", conclui Hawking no primeiro capítulo de seu livro final, "e por isso estou extremamente grato".



Nenhum comentário:

Postar um comentário